Blog

Porque o recurso a fundo perdido pode não ser a melhor opção para sua empresa
Fundo Perdido

Antes de começar, precisamos ressaltar que todas as tecnologias realmente inovadoras são dignas de reconhecimento e que existe uma linha de incentivo destinada a cada uma.

Entretanto, muitas vezes o fundo perdido não é o programa mais adequado para sua empresa.

Pode parecer um pouco absurda essa informação, afinal, que empresário que não gosta de receber dinheiro dado? Já diz o ditado “de graça até injeção na testa”. Mas o céu não é perto.

Primeiramente, é importante enfatizar que recursos a fundo perdido só existem para projetos de tecnologia. Assim, infelizmente não existe nada para auxiliar quem quer abrir uma loja, ou montar uma empresa de comércio, serviços ou importação.

Muitas empresas e empreendedores nos procuram para obter recursos, mas infelizmente não existe fundo perdido que não seja para tecnologia, com apenas algumas exceções (leia sobre outros programas assistencialistas aqui).

Mesmo que sua empresa seja de tecnologia e vocês estejam para desenvolver um produto novo, é importante entender que as linhas de fundo perdido exigem condições específicas que a empresa, a equipe desenvolvedora e o projeto tem que atender. Deste modo, se o seu projeto não atender todos estes critérios, é improvável que você irá ter sucesso na obtenção de um recurso a fundo perdido.

Nestes casos, insistir nessa ideia pode ser um grande desperdício de tempo e de recursos, pois você e sua equipe irão gastar horas e horas e horas montando o projeto e escrevendo a papelada – e dá trabalho – mas no final não terão o projeto aprovado nem receberão o dinheiro.

Continue lendo e entenda um pouco mais porquê.

 

Por que a subvenção pode não ser o melhor modo de conseguir dinheiro para o seu projeto

 

A resposta é simples: os fundos perdidos existentes visam apoiar projetos que são um desenvolvimento de tecnologia que seja inovador, e não apenas uma aplicação inovadora de uma tecnologia que já existe. Em outras palavras, projetos elegíveis a um fundo perdido são os que pretendem desenvolver uma tecnologia que não existe, ou sejam, são um avanço tecnológico no setor.

Um sistema que exige introdução de algoritmos e tecnologia de Big Data ou cognitiva seria um exemplo de inovação tecnológica para sistemas de software. Isso é totalmente diferente de usar uma plataforma de e-commerce de mercado para vender um produto que ainda não existe no mercado. Embora o produto seja novidade, em termos tecnológicos seu projeto não é inovador. Percebe?
Assim, você precisa avaliar sinceramente se seu projeto é inovador, envolve P&D e está na fronteira tecnológica do seu setor de atuação. Se você respondeu sim para essas três questões, provavelmente você é candidato a um fundo perdido. Assim, leia as opções que existe para você aqui.

Caso contrário, não desanime. Ainda há opções para financiar o seu projeto. Você pode ainda recorrer a um empréstimo com juros reduzidos de linhas como Inovacred, MPME, FINEM TI, de agências como BNDES, FINEP, Agerio, BDMG, Desenbahia, Desenvolve SP, etc. Outra opção também é o capital privado, que você pode entender melhor como funciona aqui.
Entra nessa questão o bom senso: Saber encaixar corretamente onde o seu projeto conseguiria melhores recursos otimiza todo o processo. Não adianta gastar energia, tempo e recurso direcionando o esforço para o lado errado.

Não estamos dizendo que o que você esteja fazendo não seja relevante, e não vá trazer retornos significativos, mas sim, que cada tipo de programa tem uma finalidade diferente. Entender profundamente sobre o seu projeto te ajuda a obter os subsídios adequados.

Existem os programas de fundo perdido, mecanismos de financiamento excelentes, ou mesmo aportes de capital privado, algum deles que com certeza atende as suas necessidades e expectativas. É só encontrá-lo.

 

Conte conosco para avaliar a ajuda na procura do recurso correto para o seu projeto! Agende uma avaliação gratuita para sua empresa!

Veja também

BNDES lança programa para empresas em recuperação judicial
Financiamento

O BNDES lançou o Programa de Revitalização de Ativos Produtivos e ampliou programas de apoio ao capital de giro com um orçamento de R$ 5 bilhões. Saiba mais aqui!

Financiamento

Sua empresa precisa de milhões para tirar aquele projeto da gaveta. É uma quantia grande e você sabe que pode economizar milhões em termos de juros mais baixos se conseguir um empréstimo de algum banco do Governo. E, agora, começou a avaliar as alternativas...

logo da finep
Finep 30 dias

A FINEP lançou uma nova linha de financiamento para P&D, o FINEP Conecta. Saiba mais sobre esta e outras linhas de financiamento para tecnologia aqui!

Fale com um consultor
Deixe seu telefone e ligaremos em breve